19 de agosto de 2010

Parábola A torre inacabada


  • Prece Inicial
Disse Jesus:
"Qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?
Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces e não podendo acabar, todos que a virem comecem a escarnecer dele, dizendo:
- Este homem começou a edificar e não pôde acabar" (Lucas, cap.14, ver. 28a30)

AULA - Parábola da Torre Inacabada

Todos nós temos um sonho. Ás vezes achamos difícil que o sonho se realize. Por que será? Vamos pensar um pouquinho...
A maioria das pessoas sonha com a paz.
Jesus, quando esteve encarnado em nosso planeta, ensinava:
" A PAZ SE ENCONTRA DENTRO DE VÓS".
Isso quer dizer que, antes de sonhar com a paz no mundo devemos construir a paz dentro de nós. ( como? Com planejamento).
É necessário muito trabalho, para transformar imperfeições em virtudes.
Começamos a construir a paz, substituindo o Egoismo pela compreensão. Sejamos pacíficos, primeiro em nossa casa com nossos pais e irmãos. E também na escola com os professores e colegas, para aprendermos a nos comportar no futuro quando formos adultos.


Todos os dias usaremos os tijolinhos da PACIÊNCIA, do PERDÃO, da CARIDADE, do AMOR, da HUMILDADE e depois de alguns dias, o sonho de paz não será mais sonho. Será realidade!



É o que diz na Parábola que JESUS, nos ensinou a PARÁBOLA DA TORRE.
A Parábola da Torre Inacabada 
Objetivo é entender a importância do crescimento espiritual e material, com virtudes e trabalho. 
Desenvolvimento: 
Um dia certo fazendeiro teve vontade de construir uma torre para que do alto pudesse defender sua propriedade. Esse fazendeiro tinha vários amigos. Depois de tudo muito bem calculado, chegou à conclusão que conseguiria terminar a obra, então resolveu comprar todo o material e contratar os trabalhadores . Os amigos criticaram-no, pois achavam que ele havia demorado muito tempo para construir a torre. Mas, aí o fazendeiro explicou que todo homem honesto e responsável calcula sempre o que vai gastar antes de assumir um compromisso, pois se lhe faltasse o dinheiro, ele não conseguiria pagar os trabalhadores e, dessa maneira, estaria prejudicando o seu próximo e nenhuma pessoa confiaria mais nele. Os amigos do fazendeiro ficaram muito felizes depois da explicação, porque ele disse que um homem honesto ama a Deus e aos seus irmãos e respeita as leis Divinas sem prejudicar a ninguém. 
Comentários: 
Assim, como as coisas materiais tem seu preço, o nosso progresso espiritual também. 
O progresso espiritual, que é a substituição das nossas imperfeições pelas qualidades boas, nós conseguimos através do nosso esforço e da nossa vontade. 
Também para progredir, temos que reconhecer os nossos defeitos, e substituí-los por boas ações, e para conseguir realizar boas ações, temos que ter bons pensamentos. 
Somos nós mesmos que construímos a nossa felicidade, usando os tijolinhos do trabalho, do estudo e do amor ao próximo.
  • Prece de encerramento

Fonte - Brincando e aprendendo o Espiritismo volume 2


ATIVIDADE





18 de agosto de 2010

Fora da Caridade não há Salvação


Fora da caridade não salvação 


Caridade: fazer todo o bem ao nosso alcance.

Salvação: progresso, evolução espiritual.

A caridade é 
o amor em ação


Amor em ação: atitudes no bem. 
A caridade pode ser praticada por todos
  
Pode ser material ou não, pode ser realizada por ricos, pobres, não depende da idade, da saúde, da religião, do lugar em que se está. 
Material: doação de alimentos, roupas, dinheiro, remédios.
Mental: prece, vibrações, perdão sincero, sentimentos de amor e carinho, coisas boas que desejamos aos outros.
Verbal: palavras que expressam amor, consolo, falar suave, sem gritar.
Passiva: silêncio diante da ofensa, atenção diante de um desabafo de alguém que sofre.
Gestual: atitudes, abraço, carinho, sorriso, aperto de mão.
Mediúnica: quando participa de uma sessão mediúnica e ouve e auxilia os desencarnados. 

O MAIOR MANDAMENTO QUE JESUS NOS ENSINOU

Amar a Deus, 
sobre todas as coisas.
Amar ao próximo, 
como a si mesmo.



DINÂMICA




Enrolar nos braços dos participantes cartolinas de modo que não possam dobrar os braços. Dar um bombom para cada e dizer que podem abrir e comer. Alguns poderão pensar que é um teste de habilidade, mas muitos perceberão que se abrir o seu bombom e der na boca do outro, este fará  o mesmo consigo e todos comerão os bombons. Caso não consigam o evangelizador pode ajudar indicando como fazer.


Relacionar a dinâmica com o tema: “Fora da Caridade não há salvação”.
Perguntar e explicar os significados de ‘caridade’ e ‘salvação’.
Ressaltar que a caridade é o amor em ação e pode ser praticada por todos. 
Pedir que citem exemplos de como ser caridoso.
Fonte:  Blog Evangelizacao espirita

ATIVIDADE


















TEXTOS EXTRAS 


HISTÓRIA - Querido diário

AULA NEEB - Caridade - A Parábola do bom samaritano
PARÁBOLA - A Parábola O bom samaritano pps

*******************************************************************
 Aula - CARIDADE 
 AULA PDF - O que é CARIDADE? Tecle F5 Apresentação TELA CHEIA em aula
O que é Caridade?

É O AMOR EM AÇÃO
Caridade é paciência, amor, boas atitudes, perdão, tolerância, boa vontade para com o próximo (Benevolência), perdão (desculpar) das ofensas (indulgência).

LE - Questão 886  

* Quem pode praticá-la? TODOS.

* Em que hora, quando e em que lugar devemos praticar a caridade? Sempre que a oportunidade se apresentar.

* Quem é o primeiro que se beneficia com o bem? Quem o pratica.

Todo o bem que praticamos retorna para quem o praticou ou para alguém próximo a ele, com quem ele tenha laços de afeto. Isso ocorre mais cedo ou mais tarde, de acordo com a lei de causa e efeito.

Tipos de caridade

Material: doação de alimentos, roupas, dinheiro, remédios.
Mental: prece, vibrações, perdão sincero, sentimentos de amor e carinho, coisas boas que desejamos aos outros.
Verbal: palavras que expressam amor, consolo, falar suave, sem gritar.
Passiva: silêncio diante da ofensa, atenção diante de um desabafo de alguém que sofre.
Gestual: atitudes, abraço, carinho, sorriso, aperto de mão.
Mediúnica: quando participa de uma sessão mediúnica, ouve e auxilia os desencarnados.

COMO PODEMOS SER CARIDOSOS?
 
Como podemos ser caridosos na família? Obedecendo, não brigando, respeitando os integrantes da família, realizando pequenas tarefas no lar (lavar a louça, arrumar a cama, guardar os brinquedos...). Nossos familiares também erram, acertam e merecem nosso carinho e perdão; nossos pais nos amam e querem o melhor para nós, por isso nos ensinam o que é certo e o que é errado e nos educam.

Como podemos ser caridosos na escola? Manter silêncio nas aulas para que a professora consiga dar a aula, jogar lixo no lixo, respeitar todos os funcionários da escola tratando-os com muito respeito, auxiliar a professora quando ela necessite. Auxiliar o colega que tem dificuldade em aprender a lição, tratar a todos os colegas com respeito.

Como podemos ser caridosos no nosso centro espírita? Respeitando os horários das aulas para não atrapalhar o funcionamento das aulas. Não fazer bagunça. Ajudar a manter nossa casinha de caridade limpa. Ajudar a recolher as coisas nos términos da aula.
 
Como podemos ser caridosos com o próximo?

Identificando a necessidade dele tratar de ajudar da melhor forma possível, seja com algo material, com uma palavra amiga, com um gesto por exemplo ajudando um cego a atravessar uma rua, seja apenas ouvindo a pessoa falar. Através da oração, também podemos praticar caridade a distância, tendo pensamentos bons para com o outro. ( vibrar positivamente).    
Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus?

"Amar o próximo como a si mesmo": 
Fazer pelos outros o que quereríamos que os outros fizessem por nós, é a expressão mais completa da caridade, porque resume todos os deveres do homem para com o próximo. 
O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. XI, item 4
Ensinar as pessoas analfabetas. 
Ajudar com medicamentos a uma pessoa que não tem condições de comprar um remédio.
Dar um brinquedo a um menino de rua.
Ajudar a uma senhora quando vê que ela esta necessitada.
Enfim, ser caridoso é fazer aos outros o que desejamos que os outros nos façam, tanto no aspecto material como no moral.

Lembrar que muitas vezes nos sensibilizamos no momento que vemos alguém que precisa da nossa ajuda, mas acabamos nos envolvendo com outras coisas e deixando passar a oportunidade de fazer o bem. Mas vamos responder por todo bem que deixamos de praticar.

ATIVIDADE

Introdução a doutrina


  • Prece Inicial
Não podemos deixar de falar no surgimento do Espiritismo sem antes falar das 3 revelações. 

Deus, na sua infinita sabedoria, nos está ensinando de forma que possamos aprender. Ele vem nos ensinando através dos tempos caracterizados pelas 3 revelações. A primeira revelação veio Através de Moisés, ele veio nos ensinar o que não podíamos fazer através dos 10 MANDAMENTOS. Com essas leis, o povo daquela época, que não tinha muito entendimento, conseguia entender de forma simples. Podemos comparar com uma etapa da evolução Humana - CRIANÇA. Esta então foi a 1ª Revelação.

No conjunto das leis implantadas por Moisés, é necessário distinguir duas partes distintas: a Lei de Deus, recebida no Monte Sinai e as leis civis e disciplinares. A Lei de Deus é eterna e imutável, perfeita; as outras leis eram apropriadas aos costumes e ao caráter do povo. Eram um conjunto de leis que deveriam servir apenas a uma época, pois o povo era muito indisciplinado, e precisava ser tratado com mais rigor. Por isso instituiu a "Lei de Talião", conhecida como "olho por olho, dente por dente", que impunha ao agressor a mesma pena que tinha feito o outro sofrer.

Desta forma, Moisés e sua lei impuseram e fixaram, definitivamente o monoteísmo, a crença num Deus único e imaterial, noção que o povo custou a observar, mas que se manteve para sempre.

Observação: o nosso Chico Xavier declarou, em entrevista, que o querido Emmanuel fazia observar que o primeiro livro recebido pela humanidade, "um livro de pedra", procedeu do mundo espiritual... foi psicografado.

Passado vários anos, veio a 2ª revelação, quando o povo já tinha aprendido as primeiras leis de Deus e já estava um uma fase um pouco mais evoluída, com maior entendimento, Deus nos enviou seu filho, JESUS, que veio reforçar as leis e nos ensinar ainda mais, desta vez o que fazer. Ele veio nós ensinar o AMOR, A CARIDADE, COMPREENÇÃO, O VALOR DA PRECE. Esta fase pode ser comparada a etapa da evolução humana – ADOLESCENTE.

Jesus foi, então, a Segunda Revelação, na qual nos deixou como mandamento 02 aspectos que são os mais importantes:
1o. Amar a Deus, sobre todas as coisas;
2o. Amar ao próximo, como a si mesmo.

Passado milhares de anos, com melhor capacidade para entender veio a 3ª Revelação – O ESPIRITISMO através dos "ESPIRITO DE VERDADE", nomenclatura dada aos vários espíritos que responderam as perguntas elaboradas por Alan Kardec, um homem inteligente, culto, professor que formulou perguntas para os Espíritos, juntou todas essas respostas vindas de varias partes do mundo, organizou e publicou os livros da Codificação, são eles, O LIVRO DOS ESPÍRITOS, O LIVRO DOS MÉDIUNS, O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO, A GÊNESE, O CÉU E O INFERNO.

A terceira revelação podemos comparar com nossa evolução Humana a Fase ADULTA.

O através de Kardec, pudemos nos aprofundar mais, e conhecer um pouco mais, como viemos, para que viemos e para onde vamos.

NO QUE O ESPIRITISMO ACREDITA:
1 – Existência de DEUS. 

Criador de todas as coisas, tanto materiais como o Espírito. Inteligência suprema de amor, de bondade e justiça.

2 – Imortalidade da alma - que nosso espírito é imortal. O que morre é o corpo físico, mas o nosso Espírito não.

Somos todos filhos de Deus, antes de sermos filhos de nossos pais. Somos o princípio inteligente que evoluiu para a condição de espírito.

Éramos todos ignorantes, e hoje através dos nossos esforços nas várias encarnações somos inteligentes e temos condições de aprender muito mais.

Quando o Espírito está na vida do corpo, dizemos que é a alma. Os Espíritos são pessoas desencarnadas que presentemente estão na espiritualidade.

3 – Reencarnação 

Criado para a evolução, o Espírito é quem decide o seu destino. Ele tem livre arbítrio, isto é, capacidade de escolher entre o bem e o mal.

Precisamos de muitas reencarnações, em situações e corpos diferentes para conseguirmos para conseguirmos atingir a perfeição, a luz. Esta perfeição é a capacidade de NÃO cometer erros, estar acima dos maus sentimentos e vícios, é a capacidade de amar a todos os nossos semelhantes da mesma forma.

4 – Esquecimento do passado.

Não lembramos das vidas passadas e nisso consiste a sabedoria de Deus. Se lembrássemos do mal que fizemos e daqueles a quem prejudicamos, não teríamos condições de viver entre eles atualmente.

Muitas vezes, os inimigos de ontem são nossos filhos, nosso irmão, nossos pais, que precisam de uma conciliação conosco.

A reencarnação com o esquecimento do passado é a grande Justiça Divina que nos dá a oportunidade do trabalho para o nosso bem e também a mudança do planeta para uma condição melhor.

5 – Comunicabilidade dos Espíritos. 

Os Espíritos são seres humanos desencarnados. São o que eram quando encarnados: bons ou maus, sérios ou brincalhões, trabalhadores ou preguiçosos.

Eles têm as suas ocupações, como nós temos as nossas.

Os Espíritos agem sobre nós através do pensamento e também através de alguns recursos especiais que os chamados médiuns têm. Pelo médium, o espírito desencarnado pode comunicar-se, se o médium o permitir. ( como dizia o nosso amigo Chico Xavier, o telefone só toca de la para ca.

O médium deve ter conhecimento doutrinário e moral elevada senão fica sendo joguete dos Espíritos brincalhões e maldosos.

6 – Fé Raciocinada 

A crença sem raciocínio é a fé cega, das pessoas fanáticas. O Espiritismo ensina que devemos analisar tudo.

7 – Lei da Evolução 

Jesus já falou sobre evolução quando disse: "Podereis fazer o que faço e até muito mais".

Claro, que muitos não entenderam que Jesus já havia reencarnado várias vezes, e era um Espírito Elevadíssimo. Acharam melhor acreditar que era um filho, privilegiado de Deus!

Nós hoje sabemos que Deus é tão justo, que não tem "queridinhos".

8 – A Lei Moral

Ninguém este perdido. Cada qual tem a oportunidade para melhorar-se, seja no papel de filho, irmão, pai ou amigo. Devemos transformar vícios e defeitos em virtudes e lembrarmos que "fora da caridade não há salvação".

Tenho uma vizinha que faz trabalhos para IEMANJÁ, eu pergunto: Ela é Espírita?

Não, ela é espiritualista, porque o termo Espírita foi criado por Kardec para diferenciar o Espiritismo das praticas que não são espíritas. O espiritismo não pratica rituais e não acredita em vários deuses. 
  • Prece de encerramento.
Fonte: Site Seara do Mestre Brincando e aprendendo o Espiritismo – Volume 3 – cap.2
Brincando e aprendendo o Espiritismo – Volume 4 – cap.2

Importância da Evangelização


  • Prece Inicial 

Distribuir pequenos pedaços de cartolina para que os evangelizandos escrevam o nome, série, idade e alguma coisa boa que aprenderam nas aulas de evangelização (os que nunca participaram da evangelização devem escrever coisas boas que desejam aprender). Recolher os cartões e distribuí-los de modo que cada criança pegue um cartão diferente do seu, e apresente ao grupo o colega que está descrito no cartão que pegou. O evangelizador poderá participar e, se necessário, começar as apresentações.

Contar a história O mapa do tesouro:

Para contar a história, o evangelizador precisará preparar o seguinte material:


1 - Um quebra-cabeça que formará "um grande mapa ", este mapa nada mais é que a planta do centro espírita, ou o local onde será feito a dinâmica. Eu fiz o mapa em papel Kraft, colei no papel cartão, depois na parte de traz desenhei um quebra cabeça e cortei peça por peça. Este mapa tem mais ou menos o tamanho de uma cartolina.
2 - As peças do quebra-cabeça deverão ser previamente separadas, embrulhadas com papel kraft e amarradas com barbante. A quantidade de peças em cada pacotinho vai depender do número de evangelizandos. O ideal seria que cada envangelizando encontrasse um pacotinho. Se tiverem muitos, montar duplas ou triplas. Os pacotinhos deverão ser escondidos no local da dinâmica antes de começar a aula.
3 - Se forem feitos 10 pacotinhos, deverão ser feitos 10 pequenos mapas (tamanho A4). O mapinha mostrará onde estará escondido o pacotinho, ou seja, cada mapinha terá uma marcação diferente. Podem ser utilizadas folhas de papel kraft rasgada para desenhar os mapas. Interessante amassar e formar um rolinho amarrando com barbante, para dar impressão de ser um mapa antigo.
(material: papel kraft rasgado – barbante, se quiser carvão).
4 - Uma caixa que deverá conter o livro O Evangelho Segundo o Espiritismo e o bilhete da história. 
O mapa do tesouro

Saulo, naquela manhã, não queria ir à Evangelização Espírita Infantil. Sua mãe já havia explicado, inúmeras vezes, que eram lições valiosas, porém, naquele dia foi diferente: ela não disse nada.
Pouco tempo depois, chamou o filho e contou-lhe que havia um tesouro escondido em casa. Disse também que ele tinha uma hora para encontrar o tal tesouro, que por sinal era muito importante.
O garoto imediatamente, aguçado pela curiosidade, se interessou pela "caça ao tesouro". Lembrou que a casa era grande, que haviam muitos lugares, que não sabia exatamente o que procurava e que o tempo era curto.
- Quando você encontrar, saberá que é o que procura - disse apenas a mãe.
Saulo começou, então, a busca pelo tesouro. No início foi divertido, mas em pouco tempo estava cansado. Distraiu-se aqui e ali, e quando viu, o tempo estipulado estava acabando.
- Não achei. Se eu ao menos tivesse um mapa... - reclamou Saulo choroso.
- Aqui está - disse a mãe, estendendo um papel que parecia um mapa, com o desenho da casa e um "x" indicando o lugar.


O que vcs acham de ajudarmos o Saulo achar o tesouro?

Interferência do evangelizador:

Convidá-los a procurar, dividir a turma em grupos e entregar um mapa para cada grupo. Se o evangelizador perceber que eles estão tendo dificuldades poderá dar algumas dicas: localizar a sala no mapa; explicar que os grupos deverão trabalhar unidos para "formar"o mapa para encontrar o tesouro. O tesouro se encontra em um novo mapa ( maior ) que deverá ser formado através de peças de um quebra-cabeça. Ao encontrar o tesouro, pedir que não o abram para o Saulo poder abrir.


Retomar a história e no final convidá-los a abrir a caixa encontrada por Saulo, que deverá conter "O Evangelho Segundo o Espiritismo" e um bilhete que deverá ser lido pelo evangelizador. Lembrá-los que O Evangelho contém os ensinamentos de Jesus e é uma das obras básicas da Doutrina Espírita. 

Final da história:

Assim, logo encontrou o tal tesouro; seguindo as orientações do mapa, cuidadosamente traçado por sua mãe.
O tesouro!!!
Juntamente com o Evangelho Segundo o Espiritismo existia um bilhete, que estava em uma caixa de papelão. 


Bilhete 

Você encontrou o tesouro! Mas entenda...
A casa é o mundo;
O tempo que você tinha para achar o tesouro representa a sua encarnação atual, que deve ser bem aproveitada.
O tesouro é O Evangelho Segundo o Espiritismo – nele constam os ensinamentos de Jesus, levando-nos à Evolução Espiritual, que é o objetivo de cada Espírito ao reencarnar.
Porém, para encontrar um tesouro é muito importante um mapa.
A Evangelização Infantil é o seu mapa, pois nas aulas de evangelização aprendemos sobre os ensinamentos de Jesus, que são lições importantes de como agir nas diferentes situações que você encontrará durante a vida. Siga o mapa, indo às aulas de Evangelização, que mostram o caminho do amor e da felicidade.
Com amor, Mamãe 
  • Prece de encerramento 




ATIVIDADE
ou



17 de agosto de 2010

Reencarnação dos espíritos



  • Prece inicial 
Vocês já se perguntaram o que estamos fazendo aqui neste planeta lindo chamado Terra?
Vamos pensar um pouco.



Nós nascemos, crescemos; vamos para a escola aprender muitas coisas importantes.
Depois iremos trabalhar, e continuaremos aprendendo sempre.
O tempo passa, e tudo o que vivemos, as dificuldades, as alegrias, amizades, ficam fazendo parte da nossa vida. Como é importante viver!!!
Mas, será que um dia tudo o que aprendemos e vivemos vai desaparecer com a morte?
Os nossos amigos do plano espiritual responderam a Kardec que não, porque a "morte" para os Espíritos não existe.

Nós, Espíritos, passaremos por muitas existências no corpo físico, por isso quando deixamos esta vida na Terra, dizemos que desencarnamos. O corpo físico se deteriora, o Espírito, porém, nunca perece, é eterno.

Os Espíritos da Codificação nos ensinaram que Deus dá muitas oportunidades para nos reeducarmos, por isso chamamos de reencarnação as sucessivas voltas do Espírito a Terra.

A Cada existência, nós, Espíritos, progredimos. O nosso progresso pode ser lento ou rápido. Mas quando escolhermos o caminho do amor, caminhamos rumo à verdadeira felicidade, à evolução.

Se continuamos egoístas, as dificuldades surgem em nossas vidas, e precisaremos de muitas experiências para superar o maior obstáculo para a evolução, que é o egoísmo.
Todos nós teremos muitas encarnações. Quando conseguirmos amar todas as pessoas, sem distinção, trabalhando em favor de todos, como fez Jesus, seremos Espíritos Puros, Espíritos Bem-aventurados, também chamados Espíritos de Luz.

Agora vamos representar as reencarnações de nossa vida, e ver como tudo funciona.
( usar a sala, ou o centro espírita todo e fazer um caminho, neste caminho colocar obstáculos, dificuldades que as crianças terão que passar, mostrar que a primeira vez que passarmos pelo caminho iremos passar com dificuldade, pois não conhecemos, a segunda, já será mais fácil, e a terceira, mais fácil ainda, isso tudo por conhecermos melhor, até o momento que não precisarem passar por este caminho se sim ajudar aos que não conseguem, que é o estado dos espíritos de luz )
Pode-se usar essa história para final de ano( teatro).

História: " Estrada da Vida" 



Imaginemos uma longa estrada (essa seria nosso caminho pelas reencarnações). Em vários pontos dessa estrada, existem florestas que é preciso atravessar. Um viajante caminha pela estrada e chega à primeira floresta, não encontra mais a estrada e se perde. O viajante caminha sem rumo, está perdido! Cansado, e com os pés feridos pelas pedras, chega ao final da floresta e torna a encontrar o caminho e a luz.
 

Mais adiante, muito longe, encontra a segunda floresta, e passa pelas mesmas dificuldades. Mas o viajante tem mais experiência e consegue atravessá-la sem se ferir muito.
Na terceira floresta encontra um lenhador que lhe ensina várias coisas para sobreviver.
O viajante continua sua jornada, cada vez com mais conhecimentos e a viagem se torna mais fácil.
A estrada termina no cume de uma montanha. Lá do alto o viajante observa todo o caminha percorrido, desde a "primeira floresta" até a "última".
Recorda das dificuldades, e elas parecem sem importância, pois ele já sabe como superá-las. Lembra-se do amigo lenhador que o ajudou a atravessar uma delas...
Aparece então um bondoso velhinho que lhe fala assim:
- Filho, você chegou ao término da viagem, vês aqueles viajantes que começam a jornada? Agora tens a experiência. Vai procurá-los e esforça-te para guiá-los com teus conselhos, para que não se percam e cheguem mais rápido.
-Claro, eu irei com prazer. Mas, qual a razão de não existir um caminho reto para chegar ao cume da montanha?
- Os caminhos são muitos – respondeu o velhinho. Mas só um conduz ao término da jornada, e todas as pessoas irão encontrá-lo como você o encontrou, através do trabalho, das dificuldades, do esforço e da prática do bem! Vai, meu filho, vai mostrar a luz aos que estão no início da jornada!
As florestas são as reencarnações, a primeira se passa com muita dificuldade por falta de conhecimento, a segunda, e a terceira e as outras vão ficando mais fáceis de passar por termos mais conhecimento, até que em algum momento percebemos a ajuda e continuamos até chegar ao topo da montanha, estado de "Espíritos puros" ou "elevados", neste momento, onde já aprendemos tudo, voltaremos, desta vez para ajudar aos que estão iniciando a caminhada.

  • Prece de encerramento.
ATIVIDADE

16 de agosto de 2010

Emancipação da alma


  • Prece Inicial
Para apresentar slide clique Ctrl+L

O que é ALMA?
Para entendermos melhor o que é alma vamos recordar:
Todos nós que vivemos aqui na Terra, possuímos: CORPO+ESPÍRITO(com corpo espiritual – perispírito)= HOMEM ENCARNADO.

Alma é o nome que damos ao espírito encarnado, ou seja, que possui um corpo físico e vive aqui na Terra. Agora que já entendemos o que é ALMA, vamos entender o que significa EMANCIPAÇÃO:

EMANCIPAÇÃO = LIBERTAÇÃO, TORNAR-SE LIVRE.

Nosso corpo Físico, que é material, possui algumas necessidade. Ele precisa de:
ALIMENTAÇÃO E ÁGUA – HIGIENE – ATIVIDADE FÍSICA – SONO

Mas se é o corpo físico que dorme, o que o nosso espírito ou alma faz enquanto isso?

Quando nosso corpo físico dorme nossa alma se liberta, torna-se livre. A alma ou espírito fica ligada ao corpo físico através do cordão fluídico. Este laço pode acompanhar o espírito a qualquer distância: ele só se rompe com a morte do corpo.

A Emancipação da Alma pode também ser chamada de "desdobramento". E ocorre no sono, sonhos, letargia, catalepsia, sonambulismo e dupla vista. Durante o sono a alma pode ter outras atividades.

SONO

Os espíritos elevados praticam boas ações: REVÊEM AMIGOS E PARENTES – VIAJAM E ESTUDAM E CONVERSAM – TRABALHAM EM OBRAS ASSISTENCIAIS.

Os espíritos inferiores, ao contrário, praticam o mal – VÍCIOS – PRAZERES – ANTIGOS AFETOS E DESAFETOS.

" O Sono é uma porta que Deus lhes abriu para o contato com os amigos do céu". ( L.E. VIII)

SONHO

Sonho é a lembrança do que nossa alma viu durante o sono, como uma paisagem estranha. Nem sempre o que lembramos com exatidão de nossos sonhos.
Na história do Mundo, podemos encontrar relatos de sonhos que se tornaram famosos: Joana D'Arc e José, o pai de Jesus.
Estas pessoas tinham a exata lembrança de seus sonhos. Eles foram premonitórios, isto é, fatos que mais tarde aconteceram. Espíritos superiores apresentaram-se a eles durante o sono e lhes deram informações importantes para que pudessem ajudar o seu povo.

LETARGIA

Perda temporária da sensibilidade e dos movimentos do corpo físico. Suas forças vitais ficam suspensas e há a impressão de que a pessoa está realmente morta, até o coração para de bater. Mas o espírito ainda se encontra ligado ao corpo. Ele vê, ouve tudo o que se passa à sua volta, mas não consegue manifestar-se, pois há um enrijecimento do corpo físico.
Ex.: Lázaro encontrava-se nesse estado, quando Jesus disse que ele não estava morto. Jesus viu o cordão fluídico que ainda o atava ao corpo físico.
Depois Jesus disse: " Sai desse túmulo".

CATALEPSIA

É bem parecida com a letargia. Esta suspensão da força vital ocorre em determinada parte do corpo, mas não impede o espírito de se comunicar. Isso acontece porque a alma ou espírito, este em desdobramento ou emancipação.
A ciência ainda não descobriu a causa da catalepsia. O fenômeno é conhecido porque há aparelhos que detectam que a pessoa não está desencarnada.

JESUS, em sua passagem pela Terra, curou três pessoas que estavam aparentemente mortas: Lázaro, que fora enterrado vivo, o filho da viúva da aldeia de Naim e a filha da Jairo. Jesus pode curá-los, pois não estavam mortos. Jesus nunca enganou as pessoas, porque nos três casos, disse que elas não estavam realmente mortas.

Temos ainda mais algumas apresentações de emancipação da alma, que são o Sonambulismo e a Dupla Vista.

SONAMBULISMO

No sonambulismo a alma ou espírito sente-se muito mais livre do que no sono comum. Quando ocorre o sonambulismo é que o espírito, preocupado com alguma coisa, se utiliza de seu corpo físico para realizar alguma ação.
A maioria dos sonâmbulos também podem ver e conversar com os amigos do plano espiritual, pois quem vê é a alma e não os olhos do corpo físico.

DUPLA VISTA

Na dupla vista, o corpo físico esta acordado e pode, através da sua alma, ver coisas que estão longe.
Exemplos: Jesus pôde ver que em outra cidade havia um jumentinho, e, na Pesca Milagrosa, quando os discípulos não conseguiam pescar, Jesus, através da Dupla Vista, viu onde se encontrava um cardume de peixes.
  • Prece de encerramento
ATIVIDADE
_____________________________________
Aula 2

A cura da mulher encurvada

  • Prece Inicial
O que vamos contar agora é uma história verdadeira que aconteceu na época de Jesus.
Um dia, Jesus estava ensinando na sinagoga e viu uma mulher doente.
A mulher era tão curvada que não conseguia olhar para cima.
Jesus a chamou e disse:

- Mulher, estás livre de tua doença, e colocou a mão sobre a cabeça da doente que imediatamente ficou curada.

Mas o chefe da sinagoga ficou furioso porque Jesus curou a mulher no SÁBADO.
Os religiosos daquela época eram pessoas que davam muita importância aos rituais e às tradições.
Para eles , não se podia trabalhar no sábado.
Na verdade, eles eram muito invejosos, porque não conseguiam curar como Jesus e diziam isso, usando como desculpa para atacá-lo.

Mas Jesus conhecia muito bem o pensamento deles, e disse:

- Qual de vocês não leva seu jumento ou seu boi no dia de sábado para beber água? Porque, então, não deveria curar uma filha de Deus que sofre faz dezoito anos, subjugada por um espírito mau?
Os religiosos não souberam o que responder, mas o povo ficou feliz com o argumento tão justo do Mestre.
Esse acontecimento contém ensinamentos muito importantes:

Muitas doenças, que não são descobertas pelos médicos, podem ser problemas de obsessão por espíritos maléficos. Por isso, precisamos fazer tratamento espirituais com passes, no Centro Espírita.
Precisamos deixar de lado as desculpas para começarmos a ajudar de verdade a quem necessita. A ajuda pode ser material, como um agasalho, um prato de comida ou também uma palavra amiga, um abraço por exemplo.

O dia e horário poderá ser aquele que tivemos para nos dedicar inteiramente.

Ler a HISTÓRIA - O voluntário
  • Prece de encerramento 
ATIVIDADE

Sede Perfeitos

  • Prece Inicial
Jesus disse: "Sede Perfeitos como vosso Pai Celestial é perfeito."

Pergunta: Como devemos chegar a Perfeição?
Para chegarmos à perfeição, precisamos eliminar os defeitos que possuímos:

ORGULHO
" Saia daqui! Você não pode fazer parte da nossa turma!!!!"

EGOÍSMO
" Não vou dividir meus brinquedos com você!!!"

Para sermos perfeitos, não devemos agir desta forma, e se fazem isso conosco, precisamos perdoar, querer bem os nossos inimigos e orar por aqueles que nos perseguem e caluniam.

PARA O EXEMPLO DO ORGULHOSO - Responderemos: Tudo bem! Não faz mal. Tchau!
PARA O EXEMPLO DO EGOISTA – Deus perdoe meu amiguinho. Ele ainda não aprendeu a ser bom.

O homem já evoluiu bastante, e vai evoluir ainda mais, tornando-se um homem de bem que pratica a Lei de Justiça, Amor e Caridade.

O HOMEM DE BEM

- Vamos esquecer o que passou? Podemos ser amigos? PERDOA SEMPRE
- Você esta com fome? Fique com metade de meu lanche. PRATICA A CARIDADE

Tem fé em Deus.
Para podermos conquistar a perfeição, Deus permitiu que Moisés nos trouxesse as suas Leis, depois Jesus nos mostrou o caminho com seus ensinamentos e Kardec codificou o Espiritismo.

Os 5 Livros da Codificação
O livro dos Espíritos
O livro dos Médiuns
O Evangelho segundo o Espiritismo
O Céu e o inferno
A Gênese.

Através da Doutrina Espírita, podemos entender melhor certos fatos que não foram compreendidos, pois os homens daquela época não estavam prontos para entender.
O Espiritismo nos facilita o entendimento para que tenhamos uma fé sólida e esclarecida, pois ele vem nos lembrar que todos nós temos deveres morais para com o próximo.

Devemos tratar a todos com educação e atenção : - Bom dia Dona Ana!
Devemos cuidar da nossa cidade, pois ela pertence a todos: - É para jogar o lixo no lixo!
Devemos ser bons e caridosos com o nosso próximo: - Estou doando o ursinho para quem não tem brinquedo.
Devemos obedecer o papai e a mamãe ou aquele que é responsável por nós: - Está bem, papai, sim senhor.

O DEVER COMEÇA PRECISAMENTE ONDE AMEAÇAMOS A FELICIDADE OU A TRANQUILIDADE DO PRÓXIMO.

Cumprindo nossos deveres estaremos conquistando virtudes e Deixando para trás nossos defeitos.

HOMEM – DEFEITOS + VIRTUDES = HOMEM DE BEM

O homem deve empregar sua inteligência em benefício de seu semelhante.

O Dr. Oliveira e as indústrias do Sr.Oliveira gerando empregos.
Quando em posição de comando, o homem deve trabalhar os seus subordinados com respeito e atenção.
Para conseguirmos realizar todas essas conquistas, precisamos também ter saúde. E para isso devemos cuidar bem de nosso corpo físico.

Devemos comer alimentos saudáveis
Praticar atividades físicas
Cuidar da higiene.

E de nosso Espírito também, trocando defeitos por virtudes, para sermos um dia, mais perfeitos.


AULA Ilustrada - Sede perfeitos pdf
"Para assistir slide clique Ctrl+L"


  • Prece de encerramento


ATIVIDADE

Perda de entes queridos


  • Prece Inicial
Podemos nos sentir mais aliviados e contentes quando vemos as coisas com mais naturalidade. O Evangelho Segundo o Espiritismo explica e nos reconforta, com a perda de uma pessoa querida.
Na realidade é apenas uma separação, porque a verdadeira vida é a do Espírito. Estamos aqui de passagem. Nosso Corpo Físico serve para ajudar o Espírito a progredir na encarnação.

SORTEIO - Sortear as perguntas abaixo fazendo com que cada evangelizando leia a pergunta. Todos devem tentar responder e juntos analisar as respostas, finalizar com o próprio evangelizando lendo a resposta correta.

    Porque, as vezes, em uma família que tem avós, pais, e netos, acontece do neto morrer ainda jovem antes do avo, que já esta bem idoso?
Deus é justo. Nós é que queremos que as coisas sejam do nosso jeito. Tudo o que acontece tem uma razão de ser. Hoje a mãe chora, mas se sentirá aliviada por saber que seu filho está amparado no plano-espiritual.

    Só Deus sabe a razão de ficar o vovô e ir o jovem?
Existe uma programação reencarnatória. Quando chegamos para uma nova vida temos que aprender aquilo que deixamos de lado na outra vida ou talvez o que nunca aprendemos.

    Então não podemos nos queixar?
Não, quem se queixa, demonstra que não tem fé e vê na morte uma separação eterna. Mas nós espíritas sabemos que a separação é temporária e até o ente querido poderá se comunicar conosco se Deus o permitir.

    Aquele que desencarna porque Deus o chamou, fica ainda ligado à família?
Aquele que parte porque Deus assim quis, pode aproximar-se de nós. Fica feliz quando lembramos dele com alegria. Mas sofre quando alimentamos mágoas e nos revoltamos contra a vontade de Deus.
   
    Devemos fazer preces por nossos entes queridos que desencarnaram?
As orações feitas a pessoa que amávamos e que partiu aumentam-lhe a felicidade, ou serve-lhe de alívio as dores.

    O que acontece quando alguém força o momento de morte, como no suicídio?
O Espírito sofre muito porque chega no plano espiritual sem terminar suas tarefas programadas.

    É possível recebermos uma mensagem de um familiar que desencarnou?
Sim, é possível, através da mediunidade, tanto ela pode ser psicografada, psicofônica.

    Qual a postura que devemos ter diante das comunicações com esses familiares que partiram?
De muito respeito, nunca queiramos nos comunicar por mera curiosidade, e também não devemos forçar as comunicações.
Temos que pensar que é como se fosse um amigo muito próximo que no momento esta com vários problemas e a solução para esses problemas seria mudar de pais onde estaria muito melhor. Você ficaria descontente com essa separação? Nos com certeza gostaríamos de vê-lo feliz, e apesar de longe, sempre manteríamos contato com ele. Assim deveremos encarar a desencarnação de um amigo.

Não há porque ter medo da morte, temos que entender que é o nosso futuro
O Espiritismo explica as coisas que sozinhos não poderíamos entender.
Precisamos estudar a Doutrina Espírita porque os Espíritos de Luz, através de Allan Kardec nos ensinaram a cuidar do Espírito, preparando-nos para chegar no plano espiritual e não sofrermos. E esclareceram muitas coisas que não entendíamos.
  • Prece de encerramento.
PERGUNTAS PARA IMPRIMIR, RECORTAR E SORTEAR


ATIVIDADE

Parábola - A ovelha desgarrada


  • Prece Inicial 
A Parábola da Ovelha perdida (desgarrada), foi contada por Jesus principalmente para os fariseus (membros de uma seita e partido religioso judeu que se caracterizam pela oposição aos outros e pela observância exageradamente rigorosa das prescrições legais.) Os fariseus eram pessoas preconceituosas, achavam que Jesus não deveria andar com os cobradores de impostos, com os ladrões ou com os marginais regenerados.
Então Jesus, através de uma parábola muito simples, mostrou como Deus ama a todos os seus filhos sem distinção.

PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA

"Na terra onde Jesus nasceu, nos campos da Palestina, havia um pastor que tinha 100 ovelhas. 

Um dia, uma ovelhinha fugiu do rebanho.
Pobrezinha! Imaginem se algum lobo a atacasse! 
O que fez, então, o bondoso pastor?
Deixou as noventa e nove ovelhinhas bem guardadas e partiu em busca da ovelhinha. Chamou todos os amigos e disse: 
- Alegrem-se comigo! Encontrei a minha ovelha perdida.
E eu declaro: haverá mais alegria no céu por um só pecador que se arrependa, do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão!"

PARÁBOLA - A ovelha desgarrada PPS 
PARÁBOLA - A Ovelha Perdida PPS


Esta parábola quer mostrar a infinita bondade de Deus para conosco.
Nós somos as suas ovelhas e Jesus é o nosso pastor.
Quando nos arrependemos e voltamos para junto de Jesus, ele sempre nos recebe com enorme alegria!
Deus , o nosso Criador, sempre dará novas oportunidades para seguirmos o bom caminho.
É muito importante mudarmos nossas más ações por atos de bondade!
Jesus quis mostrar que Deus perdoa as maldades que praticamos.
É através da Reencarnação que percebemos o imenso amos do Pai por todos nós, seus filhos.
Reencarnar é voltar para a vida em outro corpo para adquirir novos conhecimentos e corrigir nossas imperfeições.

  • Prece de encerramento
ATIVIDADE