8 de julho de 2010

1ª Revelação - MOISÉS


INTRODUÇÃO À DOUTRINA ESPIRITISMO
AS TRÊS REVELAÇÕES
  • Prece Inicial
  • Dar palavras e pedir que ordenem por números formando a frase: AS TRÊS REVELAÇÕES. Esse é o tema das próximas 3 aulas. As 3 revelações foram a base da origem do Espiritismo, nossa doutrina.
  • Em um cartaz, dividir em 3 partes, em uma colocar uma balança (justiça), na segunda ( coração) , e na terceira ( livro).

Moisés – veio ensinar o que não fazer - etapa da evolução humana CRIANÇAS
Jesus – veio ensinar o que fazer - amor - etapa da evolução humana ADOLESCENTES
Espiritismo - Porque fazer – dever - etapa da evolução humana ADULTOS
(visão - Richard Simonetti)

Interrogar e apontar os donos dos símbolos - Moisés (balança-justiça) – Jesus (amor) – Espiritismo -Kardec (Espíritos – livro)
 
  • Contar a história de Moisés, mostrando figuras penduradas em um varal ou colcar na parede. Fazer com que as crianças andem e participem da história, ou mostrar a apresentação em Power Point.
MOISÉS (Século XIII a.C.)
  1. No Egito, onde tem as pirâmides, nasceu Moisés, O faraó do Egito, como se fosse o nosso presidente da republica, ordenou que matassem todos os meninos hebreus recém-nascidos com medo que eles viessem constituir um perigo para a segurança do próprio Egito.
  2. Seus pais sabiam que o faraó havia ordenado que fossem mortos então sua mãe, para salvar a vida do filho, colocou o menino em um berço de vime e o deixou às margens do rio Nilo
  3. Princesa Termutis, filha do faraó, e suas criadas costumavam tomar banho. Ela escutou um barulho e foi ver o que era.
  4. O bebê foi encontrado pela Princesa que lhe deu o nome de Moisés, que em egípcio significa "salvo das águas". 
  5. Miriam, tia de Moisés, infiltrou-se no palácio e convenceu a princesa a contratar uma ama de leite hebréia para amamentar a criança. Moisés foi amamentado pela sua própria mãe carnal.
  6. Termutis foi uma verdadeira mãe, educou-o e protegeu como a um filho. E assim ele foi educado em ambiente palaciano, como se fosse realmente um príncipe.
  7. Um dia, Moisés foi defender um escravo Hebreu que estava sendo surrado e, sem querer, acabou matando um soldado egípcio. O rei Ramses II, ficou furioso
  8. e Moisés foi obrigado a fugir para o deserto, se tornou pastor de ovelhas e se casou com uma moça de nome Zéfora. Moisés trabalhou muitos anos como pastor de ovelhas
  9. Certo dia, ele estava cuidando das ovelhas, quando viu um arbusto que parecia estar em chamas. Chegando perto, viu que o fogo não queimava o arbusto.
  10. Então, ouviu uma voz que lhe disse: volte ao palácio e solicite ao faraó a libertação do seu povo.
  11. E foi o que Moisés fez. Mas o faraó, diante de tal pedido, recusou-se a libertar os escravos, pois eles eram mão-de-obra abundante, qualificada e barata, fonte geradora de riquezas para o país, embora obtida as custas da exaustão e da morte de um povo
  12. Na tentativa de obrigar o faraó a libertar seu povo, Moisés anuncia que aconteceria uma série de pragas sobre o Egito, pois ele sabia que tais fenômenos iriam ocorrer em determinadas regiões. Mortandade de peixes, enxames de insetos,
    praga morreriam todos os primogênitos egípcios, inclusive o filho do faraó
  13. E, sob a ameaça de que na última, ele concordou que Moisés levasse os escravos para fora do país. Guiados por Moisés, cerca de seiscentas mil pessoas deixaram o Egito em direção a Palestina, poderiam seguir vários caminhos sem ter que passar pelo Mar Vermelho
  14. o faraó se arrependeu de ter liberado o povo e ordenou aos soldados egípcios a recaptura dos escravos. Para sair do Egito, Moisés poderia seguir por várias trilhas em direção à Palestina, não havendo necessidade de uma travessia pelo Mar Vermelho. Porém,. Para fugir da perseguição, Moisés conduziu os hebreus através de um caminho incomum: o local de encontro entre o Mar Vermelho e o Mar Mediterrâneo, denominado Mar dos Caniços e onde hoje se situa o Canal de Suez. Na época, enquanto a maré não subia, o local era transitável. Com a maré alta, era impossível transpor o Canal. Moisés sabendo disso (era grande conhecedor da região), apressou o povo para passar ali exatamente na maré vazante. Quando os egípcios chegaram, a maré alta os deteve. Moisés escolheu um caminho árido e pedregoso, impedindo os carros de combate e a cavalaria Sob a liderança de Moisés, os hebreus penetraram no deserto rochoso que cobre a península do Sinai.      Por isso, quarenta anos vagaram pelo deserto, até que morresse toda a geração escrava, para que só os nascidos em liberdade pudessem entrar na Terra Prometida.

  15. Moisés, que sempre esteve amparado por seus guias espirituais no cumprimento da sua missão, recebeu, no Monte Sinai, os Dez Mandamentos, que mais de mil anos depois haveriam de ser reiterados por Jesus.

Finalizar com os 10 Mandamentos - Os 10 Mandamentos
Os 10 Mandamentos recebidos por Moisés

         1. Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.
         Gratidão a Deus pelas coisas que Ele criou.
         Deus é um só.
         Não cultuar imagens.
         Amar a todas as pessoas, respeitando-as e fazendo o Bem.
         Amar a si mesmo também, aceitando-se como é e se esforçando para ser uma pessoa melhor, mais evoluída espiritualmente.
         (Dever para com Deus).

         
2. Não falar o nome de Deus em vão.

         Não dizer: Juro por Deus! Ai, meu Deus! Meu Deus!
         Não jurar por Deus.
         (Dever para com Deus).

         
3. Lembrar de santificar o dia de sábado.

         Não diz respeito ao sábado, como sendo um dia especial, mas refere-se a momentos para nos dedicarmos a Deus, independente do dia da semana e do horário.
         Momentos para a oração, para a vida em família.
         Momentos para o descanso do corpo físico.
         Reservar momentos para estudo dos ensinamentos de Jesus, como no Evangelho no Lar.   (Dever para consigo mesmo).

         
4. Honrar pai e mãe.

         Obedecer, respeitar os pais ou as pessoas responsáveis por nós.
         Ser grato a eles por nos receberem em sua família, pela educação que recebemos.
         (Dever para com o próximo).

         
5. Não matar.

         Não matar seres humanos, animais ou plantas.
         Não ferir fisicamente as pessoas: bater, chutar, cutucar.
         Não ferir emocionalmente as pessoas, com palavras duras ou ofensas.
         (Dever para com o próximo).

         
6. Não cometer adultério.
         Não trair o(a) namorado(a), a esposa, o marido, o(a) companheira.
         Não enganar as pessoas; não dizer que um produto é bom quando não é ou que tem peso tal quando não tem.
         Não expressar sentimentos que não possui.
         (Dever para com o próximo).

         
7. Não roubar.
         Inclui também devolver o que pegou emprestado; cuidar do que é dos outros; respeitar as coisas dos outros. Não pixar muros e monumentos. Cuidar dos bens que são públicos como praças, ruas, calçadas, postes.
         (Dever para com o próximo).

         
8. Não prestar falso testemunho contra o próximo.
         Não mentir. Podemos enganar os outros por algum tempo, mas a mentira tem "pernas curtas" (logo é descoberta), e não enganamos nossa consciência e Deus.
         (Dever para com o próximo).

         
9. Não desejar a mulher do próximo.

         Respeitar o (a) namorado (a), a esposa, o marido, o (a) companheira do outro.
         Não fazer fofoca para terminar um namoro ou fazer um casal brigar.
         (Dever para com o próximo).

         
10. Não desejar qualquer coisa que pertença ao próximo.
         Não querer ter o que o outro tem, não invejar. Valorizar o que se tem.
         Não querer ser como o outro, com tal cabelo, nariz ou olhos (por exemplo). Não querer ter o pai, a mãe, os irmãos, a casa ou o carro dos outros.

      DINÂMICA -  Pedir que cada um escolha um dos mandamentos e faça mímica para que o outros descubram sobre o que se trata.
  • Prece de encerramento.
  • Dar o Jogo da Memória para brincarem e dar as atividades para fazerem em casa.
Fonte: www.searadomestre.com.br/evangelizacao 
Brincando e aprendendo o Espiritismo – Volume 1 – cap.2

ATIVIDADE

10 comentários:

  1. De todas as aulas para a evangelização sobre este assunto esta foi a mais completa que encontrei. Muito bom ter pessoas que compartilham as suas idéias e nos auxiliam nessa caminhada de divulgação dos ensinamentos do PAI. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  2. legal mesmo, apenas um comnetario... os dez mandamentos estão alterados e fora de ordem, o ´sabado é o quarto mandamento segundo exodo 20

    ResponderExcluir
  3. Com certeza vai me ajudar na elaboração da minha aulinha!
    Quando quiser venha me visitar: http://evangelizaeesaberamar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Trabalho completo, mto bem elaborado. Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Olá, bom dia, parabés pelo material. Tenho uma sugestão: mudar o '...mandamentos DITADOS por Deus" pois isso dá a idéia para as crianças de que Deus é uma figura tão humana que faz este ato de 'ditar' que é falar com o objetivo de que alguém anote e obedeça. Sabemos que provavelmente o que ocorreu foi Moisés ter recebido por sua mediunidade inspiração ou 'ditado' de espíritos protetores inspirados (aí sim) por Deus. abraços e obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Êxodo 20:1-26

    Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
    Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
    Não terás outros deuses diante de mim.
    Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
    Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
    E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.
    Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
    Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
    Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
    Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
    Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou.
    Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.
    Não matarás.
    Não adulterarás.
    Não furtarás.
    Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
    Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.
    E todo o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso retirou-se e pôs-se de longe.
    E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos.
    E disse Moisés ao povo: Não temais, Deus veio para vos provar, e para que o seu temor esteja diante de vós, a fim de que não pequeis.
    E o povo estava em pé de longe. Moisés, porém, se chegou à escuridão, onde Deus estava.
    Então disse o Senhor a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: Vós tendes visto que, dos céus, eu falei convosco.
    Não fareis outros deuses comigo; deuses de prata ou deuses de ouro não fareis para vós.
    Um altar de terra me farás, e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos, e as tuas ofertas pacíficas, as tuas ovelhas, e as tuas vacas; em todo o lugar, onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei a ti e te abençoarei.
    E se me fizeres um altar de pedras, não o farás de pedras lavradas; se sobre ele levantares o teu buril, profaná-lo-ás.
    Também não subirás ao meu altar por degraus, para que a tua nudez não seja descoberta diante deles.

    ResponderExcluir
  7. ''Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
    Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
    Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
    Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou. Êxodo 20:8

    ResponderExcluir
  8. A Bíblia é bem clara em dizer que o Sábado é um dia santo. Esse dia não somente foi santificado como também foi abençoado. São 24 horas de comunhão com Deus (o nosso Criador). Releia Êxodo capítulo 20 versículo 8 9 e 10

    ResponderExcluir
  9. Olá, com todo respeito houve uma "pequena" confusão aí, vocês uniram os mandamentos de D'us com os mandamentos católicos, no livro de Êxodo no capitulo 20 está a forma correta. Só faço essa ressalva pois se acreditam em Moisés, e acreditam em Jesus sabem que essa lei é séria, santa e imutável.
    Em Mateus 5:17 em diante, o próprio Jesus diz: Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim revogar, mas cumprir.
    Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.
    Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
    Veja que mesmo que a mudança seja mínima, é um problema sério.
    Como disse o apostolo Paulo: A lei é santa, justa e boa.
    Parabéns pela iniciativa de objetivar ensinar as crianças, apenas gostaria de deixar esse alerta do qual acredito mediante a bíblia ser de suma importância.

    ResponderExcluir